Domingo, 27 de Setembro de 2020, 11:27   |   56 Usuários OnLine   |   Fale Conosco
Construção Shopping Presentes para Namorada
 
 

Almofadas, Ursinhos e Bichinhos de Pelúcia
Voc esta em: Construo Shopping » Curso de Técnico de Construção Civil da EPB continua a ser referência no sector


Curso de Técnico de Construção Civil da EPB continua a ser referência no sector

O curso de Técnico de Construção Civil da Escola Profissional de Braga (EPB) foi um dos primeiros da região e do país. Passados mais de 20 anos, o curso continua “a ser uma referência e a prova está na procura e na satisfação das empresas da área em relação aos estagiários”, assegurou o seu coordenador, Jorge Franqueira.
A EPB foi membro da comissão coordenadora das escolas com cursos de técnico de construção civil, portanto, foi “uma das escolas que teve responsabilidade na elaboração do programa de definição das componentes”, lembrou o coordenador.

O Ministério da Educação admite quatro ramos específicos nesta área e na EBP são leccionadas duas áreas (Medições/Orçamentos e Desenho). “O curso tem sempre currículo nacional e as áreas são aprovadas de acordo com as necessidades de empregabilidade da região onde as escolas estão inseridas”, frisou aquele responsável.
Nos três anos do curso existem, em média, 60 alunos. “Trabalhamos aproximadamente com 120 empresas diferentes, sendo as mais importantes empresas da região e muitas vezes já são as empresas a procurar os nossos alunos”, confidenciou.

A mensagem das empresas é, de acordo com aquele responsável, “extremamente positiva e isso deve-se à qualidade da prestação e desempenho dos estagiários, sendo que algumas empresas querem mesmo contratar os alunos no 2.º ano”.

Muitos dos alunos que terminam o curso de Técnico de Construção Civil na EPB acabam por ingressar no curso de Arquitectura na universidade. “Alguns optam por ganhar alguma experiência nas empresas, mas muitos acabam, depois, por ingressar na universidade”.
Em regra geral, há um excesso de quadros superiores, quando, “às vezes, o trabalho tem melhores resultados com os alunos do curso profissional”, defendeu.

Jorge Junqueira fez questão, ainda, de falar da crise que o país atravessa e, em especial, o sector da construção civil. “Temos que acreditar que vai melhorar porque, por exemplo, nos últimos 15 dias têm surgido pedidos de emprego para os alunos da EPB e como as empresas foram obrigadas a apostar no exterior estão a pedir técnicos que saibam falar francês”. Perante estes indicadores o arquitecto deixou o apelo: “não temos que ter receio, é preciso enfrentar a crise com alguma cautela, mas com toda a dinâmica, arrojo e confiança”.

Já a directora de turma do curso de Técnico de Construção Civil, Maria Cândida Lacerda, que lecciona na escola há quase 13 anos, recordou o facto de “há uns anos as grandes empresas de construção civil estarem sedeadas em Lisboa e no Porto, mas, nestes últimos anos, as empresas de construção civil de Braga cresceram e estão a um nível completamente diferente e os empreiteiros têm uma dinâmica diferente”.

Os alunos, acrescentou a engenheira, “são muito bem aceites nas empresas para onde vão estagiar”. E atirou: “às vezes até fico admirada, porque as empresas dão os melhores elogios e comparam com outros cursos de outras escolas”.
Os estágios nas empresas de construção civil passam pelos departamentos de elaboração de propostas e comerciais. “Os alunos vão preparados para trabalhar na área dos concursos, para os empreiteiros concorrerem às obras”, explicou.

Além disso, os alunos, durante o estágio, dão apoio de desenho em empresas de carpintaria e serralharia. Outros, ainda, dão apoio em obra, apontando, por exemplo, “as entradas e saídas da obra, as horas de trabalho dos funcionários e dos fornecedores (sub-empreiteiros), que recorrem mais a estes serviços”.

No final do curso, “os alunos estão preparados para assumir qualquer função, depende das necessidades e do que as empresas precisam”, assegurou a professora, referindo que hoje “se faz muito a gestão de stocks de materiais nas obras e essa tem sido outra das funções desempenhadas pelos alunos. E aqui as empresas até pedem mais mulheres, porque são mais organizadas e têm mais método”.

Os alunos têm três anos com um horário “muito pesado”, com cerca de 30 a 35 horas semanais. Mas o trabalho acaba por ser “recompensado” na ‘hora da verdade’. O certo é que os estágios nas empresas têm “corrido muito bem” e a impressão que os alunos deixam nas empresas “não podia ser melhor”, frisou a professora Maria Cândida Lacerda.

Alunos cobiçados pelas melhores empresas

José Carvalho e Rui Fernandes são apenas dois dos alunos que terminaram o curso de Técnico de Construção Civil na Escola Profissional de Braga (EPB) este ano. A “qualidade” da escola e do curso pesaram na hora de decidir o caminho a seguir. E no final, estes dois jovens mereceram ter o trabalho da Prova de Aptidão Profissional na entrada principal da escola. Uma forma de reconhecimento pelo “bom” trabalho desenvolvido.

“Sempre gostei de desenho e de construção e queria seguir esta área, por isso, optei fazer o curso profissional”, confidenciou o jovem José Carvalho. O balanço que faz do curso “é muito positivo”, admitindo que gostou muito de fazer um curso que é uma referência da EPB”.

A experiência vivida no estágio no 2.º ano, realizado na Confra- ria do Bom Jesus, deixou-lhe o ‘bichinho’ por aquela área, daí a Prova de Aptidão Profissional, uma maquete construída de raiz, ter sido o eléctrico do Bom Jesus. Este ano, José estagiou numa empresa de ar condicionado, acabando por ser “um trabalho um pouco diferente”.
“Noto muita diferença a nível profissional entre a maquete que fiz no início do curso e o trabalho realizado agora”, frisou o jovem.

Apesar de já ter trabalho garantido, José não deixou, ainda, de parte a possibilidade de continuar os estudos e ingressar na universidade.
Já Rui Fernandes seguiu a mesma área porque a família está ligada à construção civil e acabou por ganhar esse gosto, muito pessoal, desde muito cedo. Sobre o curso, Rui admitiu tratar-se de “um curso com muita qualidade e a escola, também, é muito boa”.

Os últimos anos de estudos “correram muito bem”. E Rui “não esperava tantas coisas novas”, conseguindo concluir com “melhores resultados do que estava à espera”. Rui acabou mesmo por ficar a trabalhar na empresa de construção civil onde fez o estágio do 3.º ano do curso. “Estou a trabalhar na área da Medições/Orçamento”, revelou.

Rui optou por fazer a maquete do Mosteiro de Santo André de Rendufe, em Amares. “Sou da freguesia e o trabalho foi feito, essencialmente por gosto e porque queria conhecer mais da sua história e dos seus antepassados”. Para este projecto, o jovem contou “com muita paciência e gosto e, por isso, tem muito mais valor”.

As maquetes dos alunos do 3.º ano do curso de Técnico de Construção Civil estão expostas no recinto interior da EPB. Mas, mesmo na entrada principal, os trabalhos de José Carvalho, de Rui Fernandes e de Bruno Silva, que entretanto também está já a trabalhar na empresa que estagiou, mereceram “pelo impacto e, também, pela qualidade” ficarem em lugar de destaque na escola.

 

Fonte: Correio do Minho

Compartilhar: Salve no Delicious Comente no digg Publique no facebook Marcar no Google BookMarks Postar no MySpace Twit-this! Windows Live  

Comentrios sobre esta notcia

Esta notícia ainda não teve nenhum comentário.

Seja o primeiro, comente já!


Envie seu comentrio sobre esta notcia
Seu Nome:
Seu E-mail: (no ser publicado)
Seu Site:
Seu Comentrio: (Caracteres restantes: )

 
 
Brasil Post Móveis
B&N Projetos
Doka Bath Works
Vidraçaria Brasil
Quintal Paisagismo
TelhaNorte
 

Siga-nos no Twitter!
Links | Parcerias
Móveis para Área Externa
Banheira
Banheiras
Banheiras Contemporâneas
Banheiras Vitorianas
Banheiras para Bebês
Marketing em Medicina
Marketing para Clínicas
Agência de Publicidade em Campinas
Cirurgia Endovascular
Embolização de Miomas Transformação Digital
Lente de contato dental São Paulo
 
 
 
Novos Anúncios
Últimos Anuncios
Domos e Clarabóias Azulejos, Pisos e Revestimentos Portas e Janelas Banheiros Divisórias e Box Telhas Areia e Pedra Tijolos Cerâmica Engenharia
Top 5 Anúncios
 
ConstruçãoShopping.com.br
© 2009-2020 Direitos Reservados.
  Desenvolvido por
Argon | Otimização de Sites