Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020, 03:59   |   37 Usuários OnLine   |   Fale Conosco
Construção Shopping Presentes para Namorada
 
 

Almofadas, Ursinhos e Bichinhos de Pelúcia
Voc esta em: Construo Shopping » Mutuário que fizer contrato de gaveta poderá perder imóvel


Mutuário que fizer contrato de gaveta poderá perder imóvel

Quem comprar imóvel na segunda fase do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ e quiser vendê-lo antes de quitar o financiamento pode ter a negociação anulada e ainda vir a perder a casa. A nova regra pune os dois lados envolvidos na operação de compra e venda. O objetivo é inibir os famosos contratos de gavetas, quando o mutuário compra um apartamento e deixa o financiamento no nome do primeiro titular.

A exigência faz parte das instruções normativas que serão publicadas até dia 15 no Diário Oficial da União, segundo a secretária nacional de Habitação, Inês Magalhães. A regra valerá para os empreendimentos comprados pelo governo federal de construtoras e depois vendidos às famílias cadastradas em bancos de dados de prefeituras e estados com renda de até R$ 1.600.

“Se a família comprar um imóvel de R$ 50 mil, com prestação de R$ 100 e quiser antecipar a quitação antes dos 10 anos, pagará os R$ 50 mil para liquidar, ou seja, não terá direito ao subsídio”, explica.

Ela explicou que a Caixa Econômica Federal não parou de conceder financiamento pelo programa, mas que as novas faixas de renda devem entrar em vigor até o dia 15. A primeira faixa de renda passou de R$ 1.395 para R$ 1.600. Nesse caso, um número maior de famílias terá direito a subsídio limite de R$ 23 mil. O abatimento para compra da moradia varia de R$ 2 mil a R$ 23 mil.

UNIDADE COM ELEVADOR

Inês Magalhães adianta que a partir de agora os empreendimentos do programa poderão contar com espaços comerciais para garantir número maior de unidades verticais, que vão precisar de elevadores.

ALUGUEL DAS LOJAS

O dinheiro do aluguel das lojas seria utilizado para bancar a manutenção dos elevadores — uma das despesas que mais pesam no custo do condomínio. “Será possível recorrer a este tipo de construção, principalmente, nas áreas centrais das grandes cidades, onde o custo do terreno é muito alto. A ideia do aluguel é para reduzir o custo condominial, pois a baixa renda não teria como pagá-lo sozinha”, explica Inês, lembrando que será finalizada regulamentação específica para este tipo de empreendimento.

ACOMPANHAMENTO

O poder público deve acompanhar as famílias depois que os imóveis são entregues. A medida é para quem recebe até R$ 1.600. “É a forma de garantir a permanência das famílias nos condomínios”, diz.

JUROS INALTERADOS

Juros e os valores de subsídios não foram alterados do programa.

Fonte : O DIA ON-LINE
CRISTIANE CAMPOS


 

Fonte: MS Notícias

Compartilhar: Salve no Delicious Comente no digg Publique no facebook Marcar no Google BookMarks Postar no MySpace Twit-this! Windows Live  

Comentrios sobre esta notcia

Esta notícia ainda não teve nenhum comentário.

Seja o primeiro, comente já!


Envie seu comentrio sobre esta notcia
Seu Nome:
Seu E-mail: (no ser publicado)
Seu Site:
Seu Comentrio: (Caracteres restantes: )

 
 
Brasil Post Móveis
B&N Projetos
Doka Bath Works
Vidraçaria Brasil
Quintal Paisagismo
TelhaNorte
 

Siga-nos no Twitter!
Links | Parcerias
Móveis para Área Externa
Banheira
Banheiras
Banheiras Contemporâneas
Banheiras Vitorianas
Banheiras para Bebês
Marketing em Medicina
Marketing para Clínicas
Agência de Publicidade em Campinas
Cirurgia Endovascular
Embolização de Miomas Transformação Digital
Lente de contato dental São Paulo
 
 
 
Novos Anúncios
Últimos Anuncios
Domos e Clarabóias Azulejos, Pisos e Revestimentos Portas e Janelas Banheiros Divisórias e Box Telhas Areia e Pedra Tijolos Cerâmica Engenharia
Top 5 Anúncios
 
ConstruçãoShopping.com.br
© 2009-2020 Direitos Reservados.
  Desenvolvido por
Argon | Otimização de Sites