Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 19:44   |   52 Usuários OnLine   |   Fale Conosco
Construção Shopping Presentes para Namorada
 
 

Almofadas, Ursinhos e Bichinhos de Pelúcia
Voc esta em: Construo Shopping » Cores da arquitetura humanitária no meio da floresta amazônica


Cores da arquitetura humanitária no meio da floresta amazônica

A arquitetura tem o poder de fazer mudanças que vão além das físicas. Mesmo em um ambiente rústico e bucólico, pode transformar vidas.  Partindo da teoria de que o ambiente “molda o ser humano”, os arquitetos Sérgio Santos e Deborah Paes estão modificando a pacata vida dos moradores da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Uatumã (RDS Uatumã) - a 427 quilômetros de Manaus - ao romper o óbvio verde da floresta com cores alegres e vibrantes.

Eles estão trabalhando na construção de casas com sistema de coleta de água de chuva e tratamento de esgoto. Para uma pessoa habituada à área urbana da cidade, a leitura pode ser da renovação de um ambiente para a arquitetura Eco-sustentável. Para as famílias das 12 comunidades da RDS Uatumã é uma revolução, alheia aos conceitos arquitetônicos.

Humanizar é preservar
Coloridas, ventiladas, espaçosas e ecologicamente corretas, as casas são construídas por meio de um projeto do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em parceria com o Governo do Estado e Secretaria de Meio ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SDS).

“O charme fica por nossa conta”, brinca o arquiteto Sérgio Santos da SD Engenharia, empresa que venceu a licitação para atuar nas construções, que começaram em novembro do ano passado. A previsão de entrega de todas as casas é para novembro deste ano.

Choque cultural
O trabalho dos arquitetos, que teve como pano de fundo o projeto social do Incra, pode ter ocasionado um verdadeiro choque cultural nos moradores de algumas das vilas beneficiadas como Cesaréia, Livramento, Boto, Ebenezer das Pedras, Santa Luzia do jacaré-quara e Leandro Grande.

“Nós utilizamos a madeira do plano de manejo sustentável daquelas comunidades e a mão de obra local. Eles foram qualificados. No lugar do serrote, serra elétrica. Quem não sabia ler uma planta, aprendeu. Agora eles estão aptos a ganhar seu próprio dinheiro e investir ainda mais nas novas residências”, explicou o arquiteto que  até lançou uma promoção. “Para a casa mais bem cuidada, vou dar uma geladeira”, garante.

Fonte: acritica.com

Compartilhar: Salve no Delicious Comente no digg Publique no facebook Marcar no Google BookMarks Postar no MySpace Twit-this! Windows Live  

Comentrios sobre esta notcia

Esta notícia ainda não teve nenhum comentário.

Seja o primeiro, comente já!


Envie seu comentrio sobre esta notcia
Seu Nome:
Seu E-mail: (no ser publicado)
Seu Site:
Seu Comentrio: (Caracteres restantes: )

 
 
Brasil Post Móveis
B&N Projetos
Doka Bath Works
Vidraçaria Brasil
Quintal Paisagismo
TelhaNorte
 

Siga-nos no Twitter!
Links | Parcerias
Móveis para Área Externa
Banheira
Banheiras
Banheiras Contemporâneas
Banheiras Vitorianas
Banheiras para Bebês
Marketing em Medicina
Marketing para Clínicas
Agência de Publicidade em Campinas
Cirurgia Endovascular
Embolização de Miomas Transformação Digital
Lente de contato dental São Paulo
 
 
 
Novos Anúncios
Últimos Anuncios
Domos e Clarabóias Azulejos, Pisos e Revestimentos Portas e Janelas Banheiros Divisórias e Box Telhas Areia e Pedra Tijolos Cerâmica Churrasqueiras
Top 5 Anúncios
 
ConstruçãoShopping.com.br
© 2009-2020 Direitos Reservados.
  Desenvolvido por
Argon | Otimização de Sites