custo da construção civil medido pelo Sinapi (Índice Nacional da Construção Civil) apresentou alta de 0,69% em n">
  Quarta-feira, 28 de Outubro de 2020, 12:15   |   48 Usuários OnLine   |   Fale Conosco
Construção Shopping Presentes para Namorada
 
 

Almofadas, Ursinhos e Bichinhos de Pelúcia
Voc esta em: Construo Shopping » Custo da construção civil sobe 0,69%


Custo da construção civil sobe 0,69%

O custo da construção civil medido pelo Sinapi (Índice Nacional da Construção Civil) apresentou alta de 0,69% em novembro, o que representa um avanço de 0,18 ponto percentual em relação ao mês de outubro (0,51%). O índice atual superou o de novembro de 2009 (0,33%). O acumulado de janeiro a novembro foi 7,08%, acima do verificado em igual período de 2009 (5,28%). Nos últimos 12 meses, a variação de 7,65% também foi superior aos 7,26% registrados nos doze meses imediatamente anteriores.

O custo nacional da construção por metro quadrado, que em outubro havia sido R$ 761,74, em novembro passou para R$ 767,03, sendo R$ 432,38 relativos aos materiais e R$ 334,65 à mão de obra.

A parcela dos materiais apresentou a mesma variação do mês anterior (0,50%), enquanto a mão-de-obra registrou aceleração de 0,41 ponto percentual, passando de 0,53% em outubro para 0,94% em novembro. No ano, os materiais subiram 4,78%, acima dos 3,83% de igual período do ano anterior. Neste mesmo período, a mão-de-obra ( 10,19%) também foi superior ao resultado de janeiro a novembro de 2009 (7,31%). Nos últimos doze meses os acumulados foram: 5,25% (materiais) e 10,93% (mão de obra).

O Sinapi é um levantamento feito pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em convênio com a Caixa Econômica Federal. O indicador é apurado por meio do Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil.

Sudeste

Fortemente pressionada pelos reajustes salariais de Minas Gerais, a região Sudeste, com alta de 1,19%, foi a única a ficar acima da média nacional (0,69%). Os demais resultados regionais foram: 0,45% (Nordeste) 0,28% (Norte) 0,27% (Centro-Oeste) e 0,20% (Sul).

O Centro-Oeste registrou os maiores acumulados no ano (8,85%) e em 12 meses (9,30%), ficando o Sul com as menores taxas nestes períodos, 6,13% e 6,37%, respectivamente. Os custos regionais, por m², foram: R$ 809,74 (Sudeste) R$ 776,99 (Norte) R$ 745,60 (Sul) R$ 745,26 (Centro-Oeste) e R$ 719,00 (Nordeste).
Fonte: DiariodoNordeste

Compartilhar: Salve no Delicious Comente no digg Publique no facebook Marcar no Google BookMarks Postar no MySpace Twit-this! Windows Live  

Comentrios sobre esta notcia

Esta notícia ainda não teve nenhum comentário.

Seja o primeiro, comente já!


Envie seu comentrio sobre esta notcia
Seu Nome:
Seu E-mail: (no ser publicado)
Seu Site:
Seu Comentrio: (Caracteres restantes: )

 
 
Brasil Post Móveis
B&N Projetos
Doka Bath Works
Vidraçaria Brasil
Quintal Paisagismo
TelhaNorte
 

Siga-nos no Twitter!
Links | Parcerias
Móveis para Área Externa
Banheira
Banheiras
Banheiras Contemporâneas
Banheiras Vitorianas
Banheiras para Bebês
Marketing em Medicina
Marketing para Clínicas
Agência de Publicidade em Campinas
Cirurgia Endovascular
Embolização de Miomas Transformação Digital
Lente de contato dental São Paulo
 
 
 
Novos Anúncios
Últimos Anuncios
Domos e Clarabóias Azulejos, Pisos e Revestimentos Portas e Janelas Banheiros Divisórias e Box Telhas Areia e Pedra Tijolos Cerâmica Engenharia
Top 5 Anúncios
 
ConstruçãoShopping.com.br
© 2009-2020 Direitos Reservados.
  Desenvolvido por
Argon | Otimização de Sites