O verão se aproxima e muita gente já começa a pensar em comprar um aparelho de ar condicionado pra refrescar a casa ou o ambiente de trabalho. Porém, após a aquisição do equ">
  Sexta-Feira, 15 de Novembro de 2019, 15:31   |   45 Usuários OnLine   |   Fale Conosco
Construção Shopping Presentes para Namorada
 
 

Almofadas, Ursinhos e Bichinhos de Pelúcia
Você esta em: Construção Shopping » Crea alerta para manutenção de ar condicionado


Crea alerta para manutenção de ar condicionado

O verão se aproxima e muita gente já começa a pensar em comprar um aparelho de ar condicionado pra refrescar a casa ou o ambiente de trabalho. Porém, após a aquisição do equipamento, alguns cuidados devem ser tomados para que ele possa manter a qualidade do ar do ambiente e não se tornar viveiro para microorganismos nocivos à saúde, como bactérias, fungos, protozoários e outros agentes biológicos.

"Aparelhos de ar condicionado que não passam por manutenção periódica podem desencadear crises de rinite, bronquite, infecções respiratórias, pneumonia e até fibrose pulmonar, que é uma doença bastante grave", comenta o médico pneumologista do Hospital de Clínicas (HC) da Universidade Federal do Paraná (UFPR), João Adriano de Barros.

Para evitar problemas, o Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Paraná (Crea-PR) alerta que a manutenção dos aparelhos deve ser periódica.

"Poucas pessoas sabem que a falta de limpeza ou manutenção correta nos sistemas e aparelhos de ar condicionado pode comprometer a saúde dos usuários e também afetar a durabilidade dos equipamentos", informa a entidade.

Segundo o engenheiro mecânico do Crea-PR, José Carlos Wescher, a limpeza de sistemas de ar condicionado individuais deve ser feita por profissional habilitado, a cada três meses. Já a de sistemas presentes em ambientes climatizados artificialmente de uso público e coletivo -como, por exemplo, shoppings e bancos - deve ser mensal.

Exigências

"A Vigilância Sanitária exige que alguns cuidados sejam tomados em relação aos sistemas de uso coletivo. Geralmente eles são maiores, ficam ligados por mais tempo e, por isso, necessitam de manutenção mais constante. Além de prevenir problemas de saúde, a limpeza e manutenção fazem com que os equipamentos funcionem em condições favoráveis, gastem menos energia e tenham maior vida útil", afirma Wescher.

A cada seis meses, sistemas presentes em locais de uso coletivo também devem passar por avaliação maior. O engenheiro explica que é preciso que sejam realizados diversos tipos de testes, como análise de bioaerosol, concentração de dióxido de carbono, determinação da temperatura, umidade e velocidade do ar e concentração de aerodispersóides.

Fonte: ParanáOnline

Compartilhar: Salve no Delicious Comente no digg Publique no facebook Marcar no Google BookMarks Postar no MySpace Twit-this! Windows Live  

Comentários sobre esta notícia

Esta notícia ainda não teve nenhum comentário.

Seja o primeiro, comente já!


Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu Nome:
Seu E-mail: (não será publicado)
Seu Site:
Seu Comentário: (Caracteres restantes: )

 
 
MN Engenharia e Gerenciamento
Brasil Post Móveis
B&N Projetos
Doka Bath Works
Vidraçaria Brasil
Quintal Paisagismo
 

Siga-nos no Twitter!
Links | Parcerias
Antenas
Suporte para Antenas
Banheira
Banheiras
Banheiras Contemporâneas
Banheiras Vitorianas
Banheiras para Bebés
Clínica de Reprodução Humana
Marketing em Medicina
Marketing para Clínicas
Inseminação Artificial
Agência de Publicidade em Campinas
Cirurgia Endovascular
Embolização de Miomas Clínica de Fertilização
Transformação Digital
Lente de contato dental São Paulo
 
 
 
Novos Anúncios
Últimos Anuncios
Domos e Clarabóias Azulejos, Pisos e Revestimentos Portas e Janelas Divisórias e Box Banheiros Telhas Tijolos Areia e Pedra Cerâmica Engenharia
Top 5 Anúncios
 
ConstruçãoShopping.com.br
© 2009-2019 Direitos Reservados.
  Desenvolvido por
Argon | Otimização de Sites